terça-feira, 6 de outubro de 2009

Nem tudo é mau, nem tudo nos envergonha

De acordo com o Relatório de Desenvolvimento Humano de 2009, das Nações Unidas, Portugal apresenta a pontuação mais elevada entre os países da UE no que respeita à atribuição de direitos e serviços aos migrantes internacionais.

3 comentários:

Funes, o memorioso disse...

Sim, nem tudo nos envergonha. E a verdade é que esta distinção me faz sentir mais orgulhoso do que se figurássemos na lista da frente dos países mais ricos do mundo.
É o mesmo tipo de orgulho que sinto, quando, por exemplo, nos comparo com a França, com a Espanha ou com os EUA na abolição da pena de morte.

Pedro Cruz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro Cruz disse...

Comungo do mesmo sentimento, mas parece que nem todos os portugueses se orgulham... Ouvi a notícia na rádio e decidi registá-la pelas razões que o Funés expôs. Ao preparar o postal procurei uma referência na imprensa escrita para nele indicar uma hiperligação. Na curta pesquisa que fiz nada encontrei. Pelos vistos não fez manchete, como merecia.