quarta-feira, 8 de fevereiro de 2006

Casamento poligâmico

Via blasfémias onde lia um excelente postal acerca d'«O que deve ser protegido quando se fala em Liberdade de Expressão», encontrei esta notícia.
Em suma, depois do casamento homossexual, temos aí o casamento poligâmico.
De resto, as razões que têm sido adiantadas para justificar o primeiro são tão ou mais válidas para justificar o segundo.
Como sempre a Holanda deu um passo em frente... falta saber se na direcção certa.

Tradução da notícia:
Na Holanda a poligamia foi legalizada para todos os efeitos, excepto no mome. Na passada Sexta-Feira, foi registada civilmente a primeira união de três parceiros. Victor de Bruijn (46) de Roosendaal «casou-se» com Bianca (31) e com Mirjam (35) numa cerimónia ante o notário que registou a sua união civil.
«Amo a Bianca e a Mirjam, portanto casei com ambas» esclareceu Victor. Já era casado com Bianca. Dois anos e meio depois conheceram Mirjam Geven num chat. Oito semanas depois Mirjam deixou o marido e veio viver com Victor e Bianca. O três decidiram casar-se depois de decretado o divórcio de Mirjam.
Victor: « O casamento de três pessoas não é possível na Holanda, mas uma união civil é. No notário apresentámo-nos com os nossos fatos de noivos e trocámos alianças. Consideramos viver um casamento normal.»
Questionado pelos jornalistas acerca do segredo da sua relação peculiar, Victor explicou que não existe ciúme entre eles. «Mas isso é porque a Mirjam e a Bianca são bissexuais. Penso que com duas mulheres heterossexuais as coisas seriam mais difíceis.» Victor sublinhou, porém, que é «cem por cento heterosexual» e que uma quarta pessoa no «casamento» não será admitida. Pretendem levar a sério as suas obrigações conjugais: «serem honestos e sinceros entre si e não namoriscarem fora do casamento»

4 comentários:

PBL disse...

You have a fantastic blog :-)

Pedro Cruz disse...

Thank you very much.

Morgana disse...

I like!!!!!

Vinny disse...

Me Too!!
:-)
p.s:Let´'s join our forces in that goal!
hehe